Parto Ativo   Leave a comment

A mais perfeita e sagrada forma de se vir ao mundo…

Cerimonia de Chanupa dia 25.05.11   Leave a comment

Publicado 24/05/2011 por chamaluzxama em Uncategorized

Carta do Chefe Seattle   Leave a comment

Em 1851, Seattle, chefe dos Suquamish e outras tribos indígenas americanas enviou uma carta considerada como sendo uma das mais bonitas e profundas declarações a favor do meio ambiente que já foram escritas.
A cidade de Seattle recebeu o nome desse chefe, cujo discurso foi a resposta a um tratado proposto pelo presidente americano tentando persuadir os indígenas a venderem dois milhões de acres por US$ 150,000.00 (cento e cinquenta mil dólares americanos). O texto da resposta do Chefe Seatle distribuído pela ONU ( Programa para o Meio Ambiente) e aqui publicado na íntegra, tem sido considerado, através dos tempos, como um dos mais belos e profundos pronunciamento já feitos a respeito
da defesa do meio ambiente.


RESPOSTA DO CHEFE SEATTLE AO PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS -1854
Como é que se pode comprar ou vender o céu, o calor da terra?
Essa ideia parece-nos estranha.
Se não possuímos o frescor do ar e o brilho da água, como é possível comprá-los?
Cada pedaço desta terra é sagrado para meu povo.
Cada ramo brilhante de um pinheiro,
cada punhado de areia das praias, a penumbra na floresta densa,
cada clareira e insecto a zumbir são sagrados na memória e experiência de meu povo.
A seiva que percorre o corpo das árvores, carrega consigo as lembranças do homem vermelho.
Os mortos do homem branco esquecem sua terra de origem quando vão caminhar entre as estrelas.
Nossos mortos jamais esquecem esta bela terra, pois é a mãe do homem vermelho.
Somos parte da terra e ela faz parte de nós.
As flores perfumadas são nossas irmãs, o cervo, o cavalo, a grande águia são nossos irmãos.
Os picos rochosos, os sulcos húmidos nas campinas, o calor do corpo do potro e o homem – todos pertencem à mesma família.
Portanto, quando o Grande Chefe em Washington manda dizer que deseja comprar nossa terra, pede muito de nós.
O Grande Chefe diz que nos reservará um lugar onde possamos viver satisfeitos.
Ele será nosso pai e nós seremos seus filhos.
Portanto, nós vamos considerar sua oferta de comprar nossa terra. Mas isso não será fácil.
Esta terra é sagrada para nós.
Essa água brilhante que escorre nos riachos e rios não é apenas água, mas o sangue de nossos antepassados.
Se lhes vendermos a terra, vocês devem lembrar-se de que ela é sagrada, e devem ensinar às suas crianças que ela é sagrada e que cada reflexo nas águas límpidas dos lagos fala de acontecimentos e lembranças da vida de meu povo.
O murmúrio das águas é a voz de meus ancestrais.
Os rios são nossos irmãos, saciam nossa sede.
Os rios carregam nossas canoas e alimentam nossas crianças.
Se lhes vendermos nossa terra, vocês devem lembrar e ensinar a seus filhos que os rios são nosso irmãos, e seus também.
E, portanto, vocês devem dar aos rios a bondade que dedicarem a qualquer irmão.
Sabemos que o homem branco não compreende nossos costumes.
Uma porção de terra para ele, tem o mesmo significado que qualquer outra coisa, pois é um
forasteiro que vem à noite e extrai da terra, aquilo que necessita.
A terra não é sua irmã, mas sua inimiga e, quando ele a conquista, prossegue seu caminho.
Deixa para trás os túmulos de seus antepassados e não se incomoda.
Arranca da terra aquilo que seria de seus filhos e netos.
A sepultura de seu pai e os direitos de seus filhos são esquecidos.
Trata a sua mãe, a terra, e seu irmão, o céu, como coisas que possam ser compradas, saqueadas, vendidas como carneiros ou enfeites coloridos. Seu apetite devorará a terra, deixando somente um deserto.
Eu não sei, os nossos costumes são diferentes dos seus.
A visão de suas cidades fere os olhos do homem vermelho.
Talvez seja porque o homem vermelho é um selvagem e não compreenda.
Não há um lugar quieto nas cidades do homem branco.
Nenhum lugar onde se possa ouvir o desabrochar das folhas na primavera ou o bater das asas de um insecto.
Mas talvez seja porque eu sou um selvagem e não compreendo.
O ruído parece somente insultar os ouvidos.
E o que resta da vida se um homem não pode ouvir o choro solitário de uma ave ou o debate dos
sapos ao redor de uma lagoa, à noite?
Eu sou um homem vermelho e não compreendo.
O índio prefere o suave murmúrio do vento, encrespando a face do lago, e o próprio vento, limpo por uma chuva diurna ou perfumado pelos pinheiros.
O ar é precioso para o homem vermelho, pois todas as coisas compartilham o mesmo sopro – o animal, a árvore, o homem, todos compartilhamos o mesmo sopro.
Parece que o homem branco não sente o ar respirar.
Como um homem agonizante há vários dias, é insensível ao mau cheiro.
Mas se vendermos nossa terra ao homem branco, ele deve lembrar que o ar é precioso para nós, que o ar compartilha seu espírito com toda a vida que mantém.
O vento que deu ao nosso avó seu primeiro inspirar também recebe seu último suspiro.
Se lhes vendermos nossa terra, vocês devem mantê-la intacta e sagrada, como um lugar onde até mesmo o homem branco possa ir saborear o vento açucarado pelas flores dos prados.
Portanto, vamos meditar sobre sua oferta de comprar nossa terra.
Se decidirmos aceitar, imporei uma condição: o homem branco deve tratar os animais desta terra como seus irmãos.
Sou um selvagem e não compreendo qualquer outra forma de agir.
Vi um milhar de búfalos apodrecendo na planície, abandonados pelo homem branco que os alvejou de um comboio que passava.
Eu sou um selvagem e não compreendo como é que o fumegante cavalo de ferro pode ser mais importante que o búfalo, que sacrificamos somente para permanecermos vivos. O que é o homem sem os animais?
Se todos os animais se fossem, o homem morreria de uma grande solidão de espírito. Pois o que ocorre com os animais, breve acontece com o homem. Há uma ligação em tudo.
Vocês devem ensinar às suas crianças que o solo a seus pés é a cinza de nossos avós. Para que respeitem a terra, digam a seus filhos que ela foi enriquecida com as vidas de nosso povo.
Ensinem às suas crianças o que ensinamos às nossas, que a terra é nossa mãe.
Tudo o que acontece à terra, acontecerá aos filhos da terra.
Se os homens cospem na terra, estão cuspindo em si mesmos.
Isto sabemos: a terra não pertence ao homem: o homem pertence à terra.
Isto sabemos: todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família.
Há uma ligação em tudo.
O que ocorrer com a terra recairá sobre os filhos da terra.
O homem não tramou o tecido da vida; ele é simplesmente um de seus fios.
Tudo o que fizer ao tecido, fará a si mesmo.
Mesmo o homem branco, cujo Deus caminha e fala com ele de amigo para amigo, não pode estar isento do destino comum.
É possível que sejamos irmãos, apesar de tudo. Veremos.
De uma coisa estamos certos – e o homem branco poderá vir a descobrir um dia: nosso Deus é o mesmo Deus. Vocês podem pensar que O possuem, como desejam possuir nossa terra, mas não é possível.
Ele é o Deus do homem vermelho e Sua compaixão é igual para o homem vermelho e para o homem branco.
A terra lhe é preciosa e feri-la é desprezar o seu criador.
Os brancos também passarão: talvez mais cedo que todas as outras tribos.
Contaminem suas camas, e uma noite serão sufocados pelos próprios dejectos.
Mas quando de sua desaparição, vocês brilharão intensamente, iluminados pela força do Deus que os trouxe a esta terra e por alguma razão especial lhes deu o domínio sobre a terra e sobre o homem vermelho.
Esse destino é um mistério para nós, pois não compreendemos que todos os búfalos sejam exterminados, os cavalos bravios sejam todos domados, os recantos secretos da floresta densa impregnados do cheiro de muitos homens, e a visão dos morros obstruída por fios que falam. Onde está o arvoredo? Desapareceu. Onde está a águia? Desapareceu.
É o final da vida e o início da sobrevivência.

Publicado 24/05/2011 por chamaluzxama em Uncategorized

O teu caminho   Leave a comment

Sei que muitos irão se identificar, com esta síntese fantástica, deste seguir o coração…

Publicado 24/05/2011 por chamaluzxama em Uncategorized

Temazcal   Leave a comment

Origens do Temazcal

“Para nós, uma das primeiras lições que existem dentro da tradição, é a origem. A origem é o ventre de nossa mãe terra e é uma das primeiras cerimônias quando chegamos a tomar forma, para ganhar força na vida, é chamado cerimônia Temazcal.

Esta é uma cerimônia das mais antigas da existência. É a primeira cerimônia foram dadas para os seres humanos, baseia-se a bênção, a purificação do ser humano, através da água sagrada líquido através do calor da vida, pode receber o sopro da vida.

O Temazcal é baseado no útero da mãe terra, que é onde a pessoa é concebida, onde um é alimentado como uma semente a ser capaz de ter a unidade de todos os mistérios do universo. “

O Temazcal é um banho que foi difundido entre as culturas pré-hispânicas da Mesoamérica, e cujo os mais antigos restos encontrados nos sítios arqueológicos de Palenque, no México e na Guatemala Piedras Negras, apesar de suas origens podem ser mais remota.

Seu nome em nahuatl qur dizer: temazo vapor casa – casa de banho, Calli – casa.

Por milhares de anos, muito antes da chegada dos espanhóis, os povos indígenas da América Central já tinham desenvolvido uma civilização altamente avançada, métodos de saúde foram baseados na utilização de elementos naturais. Higiene e limpeza eram uma parte de seu sistema. O temazcal foi usado para as mulheres antes, durante e após o parto, para tratar várias doenças da população e para a limpeza e bem-estar geral, e este banho com ervas faz parte da vida tradicional e ritual.

Tradicionalmente, o banheiro é feito de pedra, com uma estrutura circular, como um iglu ou pode ser quadrada. Elas também são feitas com estruturas temporárias feitas de galhos e folhas, peles ou cobertores e outros materiais, na etnia do norte do México foi moldada como “tipi”, o Temazcal é uma pequena estrutura fechada, onde você entra as pedras porosas, previamente aquecida, derrama uma infusão de ervas, causando vapor medicinal e, dentro deste útero da mãe terra, a alquimia dos cinco elementos, eles desenvolvem e trabalham a terra representada pelas pedras e os nossos corpo físico, água, através da infusão de ervas e nosso suor, pelo calor do fogo, o nosso coração e espírito, o vento e o cheiro da respiração e o ativador de todos estes elementos .

O uso do temazcal, ao longo da história, tem sido tanto terapêutico como ritual e cerimonial e práticas, sobrevive hoje graças à tradição oral dos povos indígenas de diferentes comunidades no México. Mais do que apenas um lugar para relaxar, é terapia de desintoxicação e mágico-religiosas de cura, servindo não só no físico mas também no espiritual.

Os alojamentos do suor variam na sua forma e na prática, de acordo com as diferentes regiões onde são utilizados e, normalmente, são sempre pequenas salas com tetos baixos, selado com o tempo.

É geralmente realizado por uma pessoa treinada para esse fim, onde as parteiras atendem a mulheres grávidas, ou guia, e um temazcalero curador, que aplica um conjunto de práticas terapêuticas ou rituais.

Terapias

É evidente que o uso da termoterapia, as aplicações combinadas de tratamento de temperatura baseado em hidroterapia e um tratamento baseado na utilização de água, ervas medicinais, fitoterapia e psicoterapia, afetam o estado emocional da pessoa.

Efeitos do temazcal

Pele: A pele é um órgão regulador do depurador e temperatura corporal. Quando o banho for superior a 50 ° C, o corpo tem um mecanismo de auto-regulação, a pele também funciona como um rim em terceiro lugar, para os organismos o alimento envenenado, álcool, drogas, toxinas causadas por estresse ou poluição das grandes cidades, as toxinas são eliminadas através do suor e regula a temperatura do corpo. Favorece o processo de renovação da pele, acelera a descamação natural de limpeza, trazendo mais oxigênio para as células do corpo , bem como a função pulmonar, promove a formação do manto ácido, que é natural de proteção da pele de condições da pele.

Doenças respiratórias: O banho de vapor tem sido utilizada para tratar problemas como resfriados, bronquite, asma, sinusite, etc. A produção combinada de calor com vapor e infusões de plantas utilizadas no temazcal, limpa e descongestiona as vias aéreas, aumenta o fluxo sanguíneo para os pulmões e brônquios e expande a expulsão de toxinas acumuladas.

Sistema circulatório: O calor do banho produz um aumento na circulação de sangue por todo o corpo e dilata os vasos sanguíneos, aumenta a expulsão de toxinas do corpo, eliminando o ácido úrico e colesterol, pode dificultar as doenças do aparelho circulatório.

Sistema nervoso: No banho há um efeito relaxante e estimulante do organismo, razão pela qual é útil para lidar com o estresse, insônia, tensão nervosa, a nível psicológico libera emoções de uma atmosfera acolhedora.

Sistema digestivo: Ela funciona por melhorar a atividade intestinal, que é benéfica para limpar, ajuda com casos de colite nervosa.

Sistema Muscular: O calor ajuda a relaxar os músculos e liberação de tensão, aumenta o fluxo de sangue e libera toxinas acumuladas que dá uma sensação de alívio e bem-estar. Ajuda entorses e distensões a inflamação, eliminando líquidos retidos e do processo de regeneração do tecido.

Sistema imune: aumento da produção de leucócitos (glóbulos brancos), ativar o sistema linfático tem sido provado que as pessoas com doenças crônicas que são levadas para o temazcal, regularmente melhorar suas defesas, adoecer menos ou restabelecer a sua saúde em menos tempo.

Parto e Pós-Parto: Em vários estados do México e América Central, as parteiras tradicionais para mulheres grávidas usado como um curativo e preventivo de plantas medicinais. Na mulher grávida o útero se expande, o que facilita o trabalho de parto, as mulheres no pós-parto são banhadas por várias vezes para entrar na matriz e remover o acúmulo de ar que teve no parto.

O ritual do temazcal

O Temazcal é uma cerimônia que é conhecida como Cerimônia do Fogo Sagrado, que em primeiro lugar, reativa o calor armazenado nas pedras de lava.

As pedras que são utilizadas, uma vez solidificadas, então você tem o calor proveniente do núcleo da mãe terra, e que vieram à tona. Nós podemos coletar e podemos colocá-los em um monte onde se pode começar um fogo, coloque uma oração, bons pensamentos e peça ajuda para as pedras idosas que são as rochas da terra. Estas rochas são aquecidas e levadas para uma cabine que é o umbigo da Mãe Terra, e é onde as pessoas se reúnem junto as plantas medicinais e aromáticas.

O Copal é usado para recuperar a memória, alcaçuz é utilizado para atingir a ternura, a beleza de todos os espíritos para aqueles que gostam do que é doce para ser doce em nossos corações, também é usado, o sábio, por escolher apenas o que precisamos. O cedro é usado também para abençoar tudo o que você realmente tem, é o poder que abençoa todas as coisas, esta planta é sempre verde e tem o poder de abençoar.

Muitas plantas são utilizadas no temazcal, para agradecer e abençoar a vida. Assim, vemos como a própria concepção no ventre da nossa mãe. Sentindo o calor da vida, a presença de um aroma muito bom, com um bom coração. Estas plantas são colocadas sobre as rochas, sendo consumidas pelo calor, o fogo que mantém essas pedras. Depois de ter a oportunidade de respirar no aroma, feche a porta e todos nós compartilharemos um mistério, um momento escuro profundo com nós mesmos.

Água depositada sobre as pedras, a fim de receber suas bençãos, que é onde percebemos como se move o poder, porque essa água caindo sobre as pedras, que é imediatamente retornada de uma forma mais sutil, como a água retorna ao passeio pelo ar como o vapor.

É onde se graduou em medicina, conhecimento, sabedoria, e você pode respirar. Isso que chamamos de memória da primeira respiração, a memória do momento em que fomos concebidos.

Esta é uma das mais antigas cerimônias, para receber conselhos de nossos antepassados, de como eles tinham a vida que temos agora.

No Temazcal mora orações para conduzir, também usamos cânticos, tambores, conchas e chocalhos para ter uma excursão do universo, da criação, e da origem da vida.

Dentro do Temazcal jogamos todos os mistérios que existem, é o princípio do fogo sagrado, a energia pura, que é a própria presença da criação. É a criação em movimento, para que mais uma vez aqui na Terra, aproveitemos com uma forma física.

O Temazcal nos dá a oportunidade de perceber que há um alimento que é imediato, o ar e entra em nós de uma forma natural, como a primeira respiração e assim que os trabalhos dentro de nós, dentro de nossa natureza. Quando alguém é capaz de ir bem para trás no tempo, é quando fazemos a regressão. Em memória encontramos tudo.

Nós também temos o presente da água, que é outro dos presentes que você recebe depois que aprende a respirar, que é também o dom de aquecer-se, porque esta água vem com um calor natural.

Aqui, novamente percebemos no nosso corpo o sentimento de que temos um corpo e que é a presença da terra, desses quatro elementos que temos.

Tudo isso faz parte da cerimônia de Temazcal, que nos leva a perceber que éramos primeiramente energia e energia depois que foram transformadas em movimento, depois que o líquido estava se movendo ele corria todo o nosso ser como o nosso próprio sangue.

Em seguida, o Temazcal é onde você entra com sua família para a primeira casa que tivemos em nossa existência que é o ventre da Mãe Terra nesta cerimônia, nós celebramos a própria vida. É uma cerimônia de puro amor, pura vibração, porque é aí que voltamos a sentir a batida dos nossos corações.

É aí que sentimos o funcionamento da nossa capacidade de respirar e de alimentar o conhecimento perpetuado nas entranhas da Mãe Terra, onde encontramos os elementos necessários e todos os medicamentos que existem, para ser bem vida, como estar em paz e harmonia.

O Temazcal é uma das primeiras lições, como aprender a ouvir, prestar atenção, de alguma forma aprender a obediência em nossa natureza. A obediência de como respirar, é como uma ordem natural e sabemos que podemos usá-los.

As forças vitais

Terra, Água, Vento e fogo são os elementos básicos das terapias no Temazcalli, elementos que não foram considerados inertes, mas dotados de energia vital e poder “conceber a natureza em analogia com o homem, mas mais poderosa eficazes, cada um deles combinados em si uma série de formas e características diferentes, por vezes, opostos. Essas forças além do controle humano encarnar, tornar-se compreensível em uma ampla gama de coisas que simbolizam: os donos das nascentes das colinas, cavernas, os senhores da chuva e relâmpagos. “

Do ponto de vista da cosmogonia indígena o Temazcalli interage na geração de forças da vida: água, terra, vento e fogo, onde o equilíbrio da saúde e da perda de harmonia, a doença.

Note que o ponto de vista sobre as forças vitais, entre os grupos étnicos na Mesoamérica e América do Norte, são muito semelhantes nos dois grupos, cada um dos elementos que participam na cerimónia de vapor do banho santo tem um significado especial e um papel especial .

A terra

A Terra, cuja divindade é Tonanzin, nossa mãe, está presente em todos os lugares, como em seu suor. A Terra é uma entidade viva que reage ao comportamento dos homens, para que o relacionamento com ela não seja puramente mecânica, mas é estabelecida através de inúmeros ritos simbólicos, como o Temazcal. Tem a capacidade de absorver impurezas, é como um imã para tudo que é sujo e impuro para transformá-lo em seu laboratório, em seguida, transmutar, no sua alquimia. A cerimônia é meditar sobre como a Terra gira e leva todo o lixo que é jogado para retornar na forma de belas flores e frutos que nos alimentam. Devemos orar neste momento para Terra e perguntar, como tratamos nossa própria mãe, que absorve todas as impurezas que nos afligem, para aceitar todo o lixo acumulado e transformá-lo em algo útil e bonito.

Água

A água Atl Tlaloc, é dois terços do corpo humano, é o meio onde as reações químicas acontecem, é o recipiente de energia térmica e do ambiente que puxa para fora do corpo todos as reações metabólica. “A água é o elemento que proporciona a purificação, dá alimento, a fertilidade e o nascimento, isso se relaciona com os nove meses que passamos na água do ventre de nossa mãe.” Ela representa os seres trovão, que aparecem de uma forma terrível, mas que trazem benefícios. O encontro das águas com as rochas deitado no fogo é muito alto, e alguns vão sentir o intenso calor produzido, algo impressionante. Neste ponto é muito importante e necessária para concentrar-se na cerimônia e nas necessidades de cada um. É difícil orar, mais você vai sentir menos calor agora, ainda a vapor dos elementos purificam, curam e ajudam a viver com o grande espírito.

O ar

O ar “Ehecatl”, cuja divindade é Quetzalcoatl, sob a invocação de Ehecatl, transporta o oxigênio para as células para oxigenar o alimento e obter sua energia química, purifica o corpo também eliminando o dióxido de carbono. “Os cientistas podem explicar esse fenômeno de uma maneira sensata, mas para os nativos, o vapor de água e calor intenso, se chama comida de seu avô, o sopro do criador. Se uma pessoa se torna realmente pura, se você fizer um bom trabalho realizado e o contato com o sagrado, pode até ser que o grande espírito, naquele momento, envie uma luz para resolver o problema, dar a cada um de seus filhos, uma visão. Deve abrir os poros para suar na Temazcal; mas você tem que respirar tranquilamente pois ela pode te enfraquecer ou causar um desmaio. O temazcal limpa o suor. Deixe os pensamentos fluírem livremente, os sentimentos, para remover crostas e soltar o peso que estão na alma e mente intoxicadas. Descartar mágoas, perdoar, pedir desculpas, expressa a ansiedade … obrigado, confessar angústias internas, juntamente com o silêncio interior são expressões animadas que florescem no trabalho dentro do Temazcal . Quando a água é usada no Temazcal você pode entender o pensamento do grande espírito, que se estende na forma de vapor, para abastecer o seu poder e a vida de todas as coisas.

O incenso é um elemento muito importante para a preparação de um espaço sagrado, também, é um requisito básico para o preparo dos rituais e para condicionar os participantes convidados para a experiência mística e indução de transe espiritual. Isto porque o cheiro remete imediatamente para o sagrado, como no simbólico código cultural os aromas são associados com o divino. O cheiro está na memória dos povos, despertar memórias, causando essas sensações de prazer, pode promover diferentes sentimentos.

No caso de Temazcal, esta fumaça é usada para purificar o participante, antes de entrar no Temazcal, há um tipo de banho, limpar a fumaça sagrada, que é transmitido por todo o corpo, isto é para limpar, varrer as vibrações negativas que impedem que você se sinta bem.

O fogo

O fogo representada pela divindade “tetl” Xiuhtecutli, é a transformação de energia química em calor e luz. O fogo é como as coisas vivas, a relação entre matéria e energia. “O culto do fogo foi talvez o mais importante para os astecas e presidiu inúmeras cerimônias, sob a forma de incêndios. Esta cerimônia fomenta e integração da família. Na casa dos índios é o simbolismo do coração um elemento de unidade e coesão, de modo que aparece com destaque na casa, no meio da convivência da família. Com a presença do fogo implica que há vida em casa. Portanto, através deste elemento é mais fácil de entrar em comunicação com o mundo divino. Através do fogo as pessoas podem transmutar suas dores em felicidade, o mal à saúde e à doença. No Temazcal o fogo é representado pelas pedras quentes.

Em Temazcalli, terra, água, vento e fogo absorvem a energia negativa e transmuta em algo positivo. As moléculas individuais vibram em harmonia com as questões ambientais, uma situação que parece bem-estar físico e mental. A energia positiva e harmonia interior, e com o exterior são necessárias para a preservação da saúde ou recuperá-lo. 


Fonte: http://loboespejo.com/temazcal.asp

Publicado 24/05/2011 por chamaluzxama em Uncategorized